terça-feira, maio 26, 2009

Futebol de segunda - As 12 cidades-sedes da Copa de 2014


Embora a escolha das 12 cidades-sedes para a Copa de 2014 seja apenas no próximo domingo (31/05), o jogo de interesse, o lobby e a troca de favores podem ter adiantado o resultado. Segundo matéria da Folha de S. Paulo publicada nesta segunda-feira, governadores, prefeitos, senadores e deputados atuaram nas últimas semanas para influenciar na escolha, e alguns já têm certeza que seu curral político será agraciado com partidas do mundial.

Caso de Vitória, no Espirito Santo, que, na ausência de um grande estádio, pode abrigar a Seleção Brasileira, que deve mandar seus jogos de primeira fase no vizinho, Rio de Janeiro. O estado é governado por Paulo Hautung, do PMDB, partido de melhor relacionamento com a CBF.

Outro pemedebista, Henrique Eduardo Alves, diz ter certeza que Natal também estará na lista e José
Rocha (PR-BA) afirma ter recebido um "sinal" para preparar uma grande festa no Barradão, em Salvador, domingo, antes da partida entre Vitória e Grêmio, pela quarta rodada do Nacional.

O Moviola fez um levantamento de informações que saíram na imprensa nas últimas semanas e divulga a provável lista das sedes da Copa de 2014:

Belo Horizonte –
Além de ter o estádio pronto (Mineirão, que será fechado em 2010 para reformas), o governador Aécio Neves
tem ótimo relacionamento com Ricardo Texeira. Recentemente, o prefeito Márcio Lacerda se reuniu com o cartola para reafirmar os interessees mineiros.

Brasília – Sede do governo, deve ser palco, além de jogos da primeira fase, de alguma partida decisiva. O Estádio Mané Garrincha passará por reformas. (Acredita-se que o valor da reforma gira em torno de R$ 400 milhões).

Cuiabá – Em reunião com engenheiros na capital mato-grossense, Ricardo Teixeira deixou vazar que a cidade seria a representante do Pantanal, vencendo Campo Grande. A cidade apresentou projeto para um novo estádio para 45.000 pessoas nos modelos das arenas alemãs de 2006.

Curitiba –
Possui o mais moderno estádio do país – A Arena Kyocera, do Atlético-PR. Além disso, Curitiba tem ótima estrutura
e qualidade de vida.

Fortaleza – Segundo a revista Placar, a capital estaria também garantida. Fortaleza foi a primeira cidade a apresentar o projeto para ser uma das sedes. O transporte e o saneamento são alguns dos problemas que a cidade terá de resolver em cinco anos.

Manaus – Mais desenvolvida cidade da região amazônica, Manaus será a representante do Norte. Assim como a CBF teve o cuidado para escolher uma cidade Pantaneira, não pode ficar de fora uma sede amazônica. No entanto, Belém pode abocanhar a vaga, por ter estrutura pronta (estádio do Mangueirão), e times de maior tradição (Paysandu e Remo).

Natal – o lobby pemedebista e a boa relação de Teixeira com o partido sinalizou a cidade com o a 'surpresa' na lista de cidades. Caso a capital potiguar seja incluída, o Nordeste terá quatro cidades-sedes.

Porto Alegre – Além de dois excelentes estádios – Olímpico, do Grêmio, e Beira Rio, do Internacional –, a cidade é marcada por tradições européias, o que facilitaria a adaptação de seleções do Velho Continente.

Recife –
pode dividir com Olinda a indicação – as duas cidades apresentaram candidatura conjunta, em outubro. O governo
pernambucano prometeu a construção de uma arena entre as duas cidades.

Rio de Janeiro – Principal palco, deve receber a final da Copa, no Maracanã, repetindo o ritual de 59 anos atrás, quando os canarinhos perderam para o Uruguai (2 a 1), na decisão da Copa de 1950.

São Paulo –
Centro financeiro do país, é a única cidade já 'pronta' para receber a Copa: rede hoteleira, transporte,
acessibilidade, além de bons estádios. Mesmo com a informação deAnselmo Góis, d'O Globo, que afirma que o projeto do Morumbi pode ser vetado, a capital paulista não deve ficar fora, mesmo não sendo a principal sede, como desejava.

Salvador –
A antecipação do jogo contra o Grêmio, domingo, no Barradão, não deixa dúvidas que a cidade sediará pelo menos um
grupo da fase classificatória.
_________________________________

+ Do assunto no blog:
Copa de 2014 entrou com o pe esquerdo
Futebol e segurança pública
Como grupos de investimento atacam o futebol

As casas de Lula podem ter teto de vidro

5 comentários:

Professor Evaldo Magalhães disse...

"Rio de Janeiro – Principal palco, deve receber a final da Copa, no Maracanã, repetindo o ritual de 64 anos atrás, quando os canarinhos perderam para o Uruguai (2 a 1), na decisão da Copa de 1950."

Da Copa de 50 até hoje, são 59 anos. Não 64.

No mais, excelente levantamento!
Abs,
Evaldo

Tiago disse...

Moviola,

Excelente matéria, mas dizer que Mananus é mais desenvolvida que Belém é uma piada de extremo mau gosto.

Belém tem um porto próximo ao mar, tem uma rede de fibra óptica por toda a cidade, tem um estádio pronto que só precisa de uma maquiagem pra atender a FIFA, recebe(u) eventos como Cirio de Nazare com 2 milhões de pessoas por ano, recebeu o Forum Social Mundial e muitos outros eventos de grande importancia.

Não tem nem como comparar as duas cidades. A única vantagem de Manaus é também a sua maior desvantagem, é no meio da floresta, mas por isso só se chega de barco e avião, o que inviabiliza a mobilidade entre as sedes para muitos torcedores.

Sofista Minimus disse...

Antecipação total!!!

Parabéns pela postagem...

Abraço,

Sofista.

Lara Sousa disse...

Eu vi na TV, pena que Rio Branco ficou de fora, mas pelo menos tem Manaus que é pertinho daqui ;D

beijos

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,