segunda-feira, setembro 14, 2009

Maranhão 1966 - Senado 2009


Em um de seus discursos de defesa das inúmeras acusações em que foi alvo, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB/AP), se gabou de sua límpida, imaculada e inócua trajetória política, sem resquícios de desmandos e nepotismo. Nada convincente. Digno, não só de um cartão vermelho, mas de uma suspensão definitiva, o presidente vive coberto até o pescoço de denúncias e só resiste no cargo por causa do fisiologismo peemedebista – e da tropa de choque que lhe beija a mão, entre eles o mineiro Wellington Salgado.

Se, de duas décadas pra cá, Sarney virou sinônimo de má administração pública, coronelismo, diretrizes econômicas desastrosas, cargos fantasmas e atos secretos, antes disso o ex-presidente já gozava da má fama de péssimo coordenador de políticas públicas. Em 1966, ano da posse de Sarney no Governo do Maranhão, o diretor Glauber Rocha registrou o abandono da população, que sofria com a miséria e doenças tropicais.

O documentário, que até pouco tempo era raridade visitada por poucos interessados (só consegui vê-lo em 2007, em mostra no Palácio das Artes), agora está aos olhos de todos, no Youtube. Observa-se, desde então, a destoância entre o discurso e as práticas do homem que comanda nosso Senado.

baixar filme maranhão glauber rocha baixar filmes glauber rocha

Nenhum comentário: