domingo, julho 04, 2010

No limite

Ao transmitir em rede nacional a morte de um dos protagonistas, a série "Pesca Mortal", da Discovery Channel, não só bateu recordes de audiência nos EUA como reacendeu o debate em torno dos limites dos reality shows. A morte de Phil está marcada para o próximo dia 13, três semanas após ter um derrame em rede nacional. Na vida real, o coração do pescador parou de bater em 9 de fevereiro, 11 dias depois de um AVC derrubá-lo, causando paralisia parcial. Na TV, a sua agonia terá durado quatro episódios, vistos por uma multidão de curiosos.

na Folha de S. Paulo de hoje:

ANÁLISE

Radicalismo vai em direção oposta ao que o público brasileiro quer

RODRIGO RUSSO

COORDENADOR DE ARTIGOS E EVENTOS

Copiar ideias estrangeiras é algo que a televisão brasileira sempre soube fazer -e às vezes até aperfeiçoando os originais. Mas a proposta de radicalização dos reality shows não deve vingar em solo tupiniquim.
A relação do brasileiro com a programação de TV reflete alguns traços da nossa sociedade, dentre os quais a hipocrisia, um certo desejo de justiça social e uma vontade de se tornar celebridade. Misturar esses três ingredientes é sucesso garantido.
Morte ou maldade explícitas, pelo contrário, causam fuga da audiência e a caça aos responsáveis por tais atrocidades. Basta perceber a queda de audiência da última edição do "radical" "No Limite", da Globo.
Uma exceção deve ser feita ao final dos anos 90, quando programas como "Ratinho Livre" conseguiam liderar a audiência com um circo de bizarrices e horrores, mas não escapavam dos processos judiciais.
Atualmente, o grande filão é dar alguma coisa a desconhecidos: de fama instantânea -alguém sabe onde anda Zina, aquele do bordão "Ronaldo", ou mesmo a hoje bonita Gorete?- a bens materiais, como as casas oferecidas pelos programas de Gugu, Huck e Portiolli.
Mesmo em novelas, o desejo de justiça social se faz presente. Novela sem final feliz é coisa impensável, e os atores que interpretam vilões não raro são alvo de agressão verbal e até mesmo física por parte de pessoas que não sabem distinguir o campo ficcional da realidade.
Dessa forma, radicalizar os realities iria em direção oposta ao que o público brasileiro gosta de consumir na TV: as ilusões de que está tudo bem e de que tudo tem final feliz.


baixar pesca mortal episódeo da morte de Phil download pesca mortal session one primeira temporada download pesca mortal discovery channel Deadliest Catch download s01e01 s01e02 s01e3 s01e4 s01e5 s01e baixar pesca mortal legendado rmvb pt-br legendado pol pob pesca mortal morte download videos died phil

Nenhum comentário: