domingo, junho 03, 2012

Jornalismo e memória

O Estado de S. Paulo disponibilizou no fim de maio uma preciosidade para pesquisadores, historiadores e interessados pelas mudanças do país e do mundo no último século. Estão no ar as edições editalizadas de 137 anos do diário paulista, desde a primeira edição em 4/1/1975 do então A Província de S. Paulo. São 2,4 milhões de páginas.

Os detalhes da digitalização, aqui. E o link para o Acervo Estado, aqui

Outros dois importantes jornais também têm seu acervo para pesquisas na web. A Folha de S. Paulo -- que reúne também as páginas de Folha da Manhã e Folha da Noite, desde 1921 -- e o extinto Última Hora, que teve as 36 mil páginas de cinco anos de jornal (1951-56) digitalizadas pelo Arquivo Público de São Paulo.


Divirtam-se.

Nenhum comentário: